segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Cauã Reymond se nega a falar sobre separação no
 Após novos boatos de que estaria, de fato, mantendo um affair com Isis Valverde, Cauã Reymond se negou a comentar sua separação, durante entrevista exibida no "Fantástico" do último domingo (19).

O ator conversou com Renata Vasconcellos sobre o período em que ficou longe de casa para gravar a série "Amores Roubados", mas preferiu falar apenas da relação com a filha, Sofia. "Foi doído", disse ele sobre seus 98 dias longe de casa, em meio a uma crise no casamento.

"Eu voltei [para visitar a filha]. Vamos deixar uma coisa clara. Eu voltei várias vezes, a produção me proporcionou isso. Não foram tantas vezes quanto eu gostaria, mas eu tive… pude ficar uns finais de semana", ressaltou o artista, que gravou a minissérie na Bahia e no Pernambuco.

Entretanto, a respeito da superação do fim de seu casamento com Grazi Massafera, o bonitão desconversou. "Eu prefiro tratar o assunto com delicadeza e não discutir isso em público. Nosso trabalho é para o público, mas a gente tem o direito de ter o nosso privado", disparou, acrescentando uma crítica aos boatos que correm pela internet.

Já quando o assunto foi paternidade, Cauã ficou bastante animado. Questionado acerca da possibilidade de dar irmãos a Sofia, o galã se empolgou. "Com certeza. Mais uns dois, três", garantiu.

Vale lembrar que as notícias de um suposto caso entre o bonitão e Isis Valverde começaram a circular durante as gravações da série exibida pela Globo. No entanto, os dois nunca confirmaram qualquer envolvimento.

terça-feira, 14 de janeiro de 2014


Na cena de 'Amores Roubados', Isabel ( Patricia Pillar ) vai até a casa de Leandro (Cauã Reymond) Foto: TV Globo / Divulgação 

Cauã Reymond parabenizou e elogiou a atriz Patrícia Pillar por seu aniversário neste sábado (11). A atriz, que completa 50 anos, é colega de elenco do galã na série Amores Roubados, no ar na rede Globo.

"Patricia Pillar é não apenas uma ótima atriz como também uma das melhores companheiras de trabalho com quem já tive o prazer de cruzar mais de uma vez ao longo da minha vida profissional. Não há quem não ame trabalhar com ela. Patricia é especial e merece todo o carinho do mundo no dia do seu aniversário. Parabéns, Patricia!"

Vale lembrar que foi a partir deste trabalho que começaram a surgir os rumores de um possível affair entre Cauã Reymond e Isis Valverde, o que teria também causado a separação do ator de Grazi Massafera, com quem foi casado por sete anos. Juntos, eles têm a filha Sofia, de 1 anos e 7 meses.

sexta-feira, 10 de janeiro de 2014


Aos 33 anos, Cauã Reymond consolida-se na Rede Globo como um dos principais atores da nova geração. O intérprete de Leandro, uma espécie de Don Juan do Sertão em "Amores Roubados", ganha o público a cada capítulo com suas aventuras amorosas e o jeito de conquistador barato.

O sucesso é indiscutível. Desde 2009, com a minissérie "Maysa", a emissora não alcançava índices tão altos de audiência. De acordo com dados consolidados do Ibope, a minissérie estreou na noite de segunda-feira (6) com 30 pontos de média. O segundo episódio manteve o bom desempenho. Para comparar, "O Canto da Sereia", minissérie exibida em janeiro do ano passado na Globo, estreou com média de 21 pontos.

Os bons índices devem-se, em grande parte, à boa atuação de Cauã. E, embora o mérito não seja só dele (atores são sempre bem amparados por um texto redondo, uma boa direção e talentosos parceiros), o amadurecimento fica nítido ao perceber que, desacompanhada da boa atuação, só a beleza de Cauã não sustentaria o papel.

Com o bom desempenho em cena, o ator conquista espaço para se tornar o grande galã dessa geração. Mas o sucesso e a evolução não são de hoje: esse é o seu terceiro protagonista seguido.

Divulgação/TV Globo
Cauã Reymond estreou na Globo em 'Malhação'

Relembre a trajetória de Cauã Reymond

A estreia de Cauã na Globo foi em 2002, aos 22 anos, em "Malhação", na pele do engraçado Mau Mau. Àquela época, o até então modelo destacava-se pela juventude e vitalidade e ficou no ar por duas temporadas. Na novela das sete "Da Cor do Pecado", de 2004, o personagem Thor Sardinha aparecia constantemente sem camisa por ser surfista e lutador . Mas, de novo, não era só no físico que Cauã conquistava suas fãs - como ator, ele mostrava naturalidade e senso de humor. No mesmo ano, entrou na novela das seis, "Como Uma Onda", vivendo um pescador romântico, outro papel que privilegiava seus inegáveis dotes físicos - Cauã evoluiu de um garotão bonito para um rapaz bonito, saudável e cheio de sex appeal.

Em 2005, em "Belíssima", estreou no horário nobre da emissora e interpretou o "michê" Mateus. Por causa do papel, o corpo sarado também era grande destaque. Porém ele já mostrava serviço como ator: afinal, contracenar com Fernanda Montenegro não é para qualquer um. 

Em 2007, na trama das seis "Eterna Magia", Cauã começou a consolidar-se como ator, vivendo o co-protagonista Lucas Finnegan. Desde então, a carreira só decolou. Em "A Favorita", novela das nove de 2008, mais um co-protagonista: Halley Gonzaga. O personagem vivia conflitos pessoais por ter sido criado por uma cafetina e descobrir que sua mãe biológica era outra pessoa.

Em "Passione", de 2010, mais um destaque: o ciclista profissional e bem-sucedido Danilo Gouveia caía na dependência química. 

Divulgação/TV Globo
Cauã Reymond e Vera Holtz em 'Belíssima', em 2005

Vera Holtz tem três parcerias na TV com Cauã. Eles contracearam em "Passione", em que ele namorava a neta dela, interpretada por Bianca Bin. Em "Belíssima" Vera fazia uma socialite que também se divertia com o personagem de Cauã, o mesmo garoto de programa que terminou a novela com Fernanda Montenegro. Mais recentemente, em "Avenida Brasil", ele era neto de Vera, que fazia a Mãe Lucinda. Para quem não se lembra, Carminha (Adriana Esteves) - a mãe de Jorginho (Cauã) - o abandonou no lixão e foi Mãe Lucinda quem se responsabilizou pela criação do menino.

"Cauã sempre foi um menino focado, desde o primeiro trabalho", lembra ela. "É um grande colega, muito bacana, sabe definir muito bem essa linha de tensão entre o público e o privado, ele tem isso muito claro. Mergulha profundamernte nos papeis, fica realmente envolvido com o personagem, em estado de crialção. Isso faz toda a diferença quando você está contracenando com ele, você sente o Cauã diferente." 

" Cauã está deixando o menino de lado e evocando o pai, a identidade paterna. A chegada da filha mexeu com o afeto dele, abriu nova identidade, ele está em processo de expansão." (Vera Holtz)

Vera concorda com a avaliação de que o ator está em processo de expansão, e acredita que a paternidade tem a ver com a sua maturidade pessoal e profissional. "Cauã é lindo e sensual, mas o que eu sinto é que deixou um pouco o menino de lado e evocou o pai, a identidade paterna. A chegada da filha mexeu com o afeto dele, abriu nova identidade, ele começou a expandir, está em um processo de expansão lindo." Vera está acompanhando "Amores Roubados" e gosta especialmente dos momentos em que Cauã contracena com Dira Paes. "O trabalho da Dira é muito maduro, ela tem vivência muito grande de cinema, mas nesse trabalho ela explodiu também e fez uma bela parceria com Cauã. Muito bonito de ver essa explosão dos dois, é muito gostoso ver ele em cena."

O primeiro protagonista de Cauã veio na novela das seis "Cordel Encantado", onde viveu o herói sertanejo Jesuíno Araújo. O trabalho seguinte também foi como protagonista, com o Jorginho de "Avenida Brasil". Em 2013, o terceiro protagonista consecutivo: o Leandro de "Amores Roubados"

FAMOSIDADES

 Em meio à polêmica envolvendo o suposto affair entre Isis Valverde e Cauã Reymond, a atriz afirmou que não teve medo de gravar as cenas mais quentes com o bonitão na minissérie "Amores Roubados", da Globo.

A intérprete da descolada Antônia disse que apostou todas as fichas no trabalho dos diretores da trama.

"Eu confio muito no Walter [Carvalho, diretor de fotografia] e no Zé [José Luiz Villamarim, diretor], com quem já tinha feito outros dois trabalhos ["Avenida Brasil", em 2012, e "O Canto da Sereia", em 2013). Quando você está com um bom diretor, de bom gosto, não há o que temer", disse ao jornal "O Globo".

Isis aproveitou para contar que ninguém do elenco da série assistiu às cenas antes da estreia. Por isso, tudo o que tem ido ao ar é novidade até para ela.

"Cada dia está sendo uma surpresa, mas até agora estou muito feliz com o que assisti. Eu queria dar uma leveza para ela [Antônia] nesse início, como se ela fosse a flor do Sertão. Acho que consegui. E ainda vem muita surpresa por aí", adiantou a morena.